Make your own free website on Tripod.com

cabos

 

Existem três tipos de cabo:

 É usado para transmitir sinais de televisão. Possui formato cilíndrico.
O cabo coaxial é constituído por um fio de cobre condutor (sinais eléctricos) revestido por um material isolante e por duas camadas protectoras. Este meio permite transmissões até aos 10Mbps (mega bits por segundo) para longas distâncias.
O cabo coaxial possui vantagens em relação aos outros condutores utilizados tradicionalmente em linhas de transmissão por causa de sua blindagem adicional, que o protege contra o fenómeno da indução, causado por interferências eléctricas ou magnéticas externas. Essa blindagem constitui-se de uma malha metálica (condutor externo) que envolve um condutor interno isolado.
Os cabos coaxiais na sua generalidade são empregues na ligação de pontos próximos um do outro.

 A velocidade de transmissão é bastante elevada graças a malha de protecção desses cabos.
 

Existem dois tipos de cabo coaxial:

Exemplo de um cabo coaxial:

 

a- revestimento do plástico

b- tela de cobre

c- isolador dialectrico interno

d- núcleo do cobre

 É um filamento, de vidro ou de materiais poliméricos, com capacidade de transmitir luz. Estes filamentos têm diâmetros variáveis, dependendo da aplicação, indo desde diâmetros ínfimos, da ordem de micra (mais finos que um fio de cabelo) até vários milímetros.

A transmissão da luz pela fibra segue um princípio, independentemente do material usado ou da aplicação: é lançado um "raio" de luz em uma extremidade da fibra, e pelas características ópticas do meio, esse feixe percorre a fibra através de consecutivas reflexões.

A fibra possui no mínimo duas camadas:

O núcleo e o revestimento.

 No núcleo ocorre a "transmissão da luz".

 A transmissão da luz dentro da fibra é possível graças a uma diferença de índice de refracção entre o revestimento e o núcleo, sendo que o núcleo possui sempre um índice de refracção mais elevado, característica que aliada ao ângulo de incidência do feixe de luz, possibilita o fenómeno da reflexão total.

A fibra óptica foi inventada pelo físico indiano Narinder Singh Kanpany. Há vários métodos de fabricação de fibra óptica.

os mais conhecidos são: MCVD, VAD e OVD.
As fibras ópticas são utilizadas como meio de transmissão de ondas electromagnéticas uma vez que são transparentes e podem ser agrupadas em cabos. Estas fibras são feitas de plástico ou de vidro. O vidro é mais utilizado porque absorve menos as ondas electromagnéticas. As ondas electromagnéticas mais utilizadas são as correspondentes à gama da luz infravermelha.

Mas atenção também existe um cabo de fibra óptica negro.

 

Exemplo de um cabo de fibra óptica transparente

 

 

 

 

Exemplo de cabo de par entrelaçado

É o tipo de cabo mais usados para ligar computadores em rede. Pode ser do tipo UTP (Unshielded Twisted Pair - sem blindagem) ou STP (Shielded Twisted Pair - com blindagem). Neste género de cabo, os fios estão revestidos por uma malha para evitar a interferências electromagnéticas externas.
Existem várias categorias de cabo. Veja algumas que são definidas de acordo com sua capacidade de transmissão:
cat1 - 1Mbps
cat2 - 4Mbps
cat3 - 10Mbps
cat4 - 16Mbps
cat5 - 100Mbps
cat5e - 100Mbps ou 1000Mbps
cat6 - 10.000Mbps
 

Existem também limites de comprimentos para esse tipo de cabo. É recomendado um limite de 80 à 100 metros de comprimento para que não haja lentidão e perda de informações.


As cores dos fios por ordem para ligar um switch:

  1. laranja listado

  2. laranja

  3. verde listado

  4. azul

  5. azul listado

  6. verde

  7. castanho listado

  8. castanho

Já para ligar a um computador/computador na primeira ponta do cabo é:

  1. verde branco

  2. verde

  3. laranja listado

  4. azul

  5. azul listado

  6. laranja

  7. castanho listado

  8. castanho

Já na 2ª ponta do cabo é da seguinte maneira:

  1. laranja listado

  2. laranja

  3. verde listado

  4. azul

  5. azul listado

  6. verde listado

  7. castanho listado

  8. castanho

     

E